Causas que mais resultam na perda de dentes

Causas que mais resultam na perda de dentes. Quando você está crescendo, perder os dentes parece um rito de passagem para a idade adulta. No entanto, como adulto, a perda de um dente pode ser uma experiência angustiante e cara que pode afetar sua confiança e saúde em geral. 

Existem vários motivos pelos quais você pode perder os dentes na vida adulta, desde hábitos alimentares inadequados até comportamentos prejudiciais adquiridos  com o tempo. 

Felizmente, a melhor maneira de prevenir a perda de dentes na idade adulta é entender as causas associadas e tomar medidas contra elas. 

Causas que mais resultam na perda de dentes 

Em primeiro lugar, a causa mais comum de perda dentária é o crescimento – quando perdemos nossos dentes quando somos crianças. Isto porque, à medida em que crescemos, perdemos nossos dentes de leite e, no lugar, ganhamos os dentes de adulto. Outras causas comuns de perda dentária, que geralmente ocorrem em adultos, não são tão saudáveis, tais como: 

Maus hábitos alimentares

Uma causa comum para a perda de dentes são os hábitos alimentares inadequados, resultando em cárie dentária substancial quando não tratada.

Tudo o que consumimos tem efeito na nossa saúde oral. 

Alimentos que contêm altos níveis de açúcar podem contribuir significativamente para a cárie dentária, visto que bactérias orais nocivas realmente se alimentam dos açúcares que você ingere para criar ácidos que destroem lentamente ao esmalte dos dentes. Assim, essas cáries podem progredir para além do esmalte do dente e penetrar nas camadas mais profundas dos dentes, causando dor significativa e, eventualmente, a perda do dente.

Consumir regularmente alimentos e bebidas que contenham altos níveis de açúcar e acidez aumentará suas chances de cáries e, e não forem tratadas, elas irão progredir. Felizmente, uma mudança na dieta que reduza a ingestão de açúcar e aumenta o consumo de alimentos com baixo teor  de acidez e açúcar, como água, leite, vegetais e grãos integrais, manterá seus dentes fortes e livres de cáries.

As idas regulares ao dentista para exames e limpeza dos dentes também ajudam a reduzir as chances de cárie e perda potencial do dente.

Má higiene oral 

Uma das principais causas de dentes soltos e móveis é a condição inflamatória como doença periodontal (ou doença gengival). Afinal, a doença periodontal afeta não apenas a gengiva, mas também os ligamentos e os ossos que circundam e sustentam os dentes. 

Enquanto nossa boca está cheia de bactérias, muco e outras partículas, a doença periodontal é causada por bactérias encontradas na placa dentária (aquela coisa branca e pegajosas encontrada ao redor dos dentes) que pode endurecer e formar ‘’tártaro’’ que a simples escovação não consegue se livrar corretamente.

Essa condição geralmente se desenvolve a partir de uma má higiene oral, passando por uma falta de escovação, fio dental e cuidados gerais de higiene bucal. Aliás, você notará o desenvolvimento da doença periodontal por meio de sintomas evidentes, tais como gengivas vermelhas ou inchadas, sangramento ao escovar, retração gengival e mastigação dolorosa. 

Obviamente se não forem tratadas, as estruturas de suporte dos dentes (incluindo seus ossos ao redor) podem ser destruídas, o que acabará resultando em dentes soltos ou perdidos. 

Traumas dentários 

Infelizmente, um dos principais aliados da perda dentária em todo o mundo são os traumas e lesões dentais. Seja de carro, bicicletas e lesões esportivas a quedas, brigas e colisões – as causas da perda acidental dos dentes são vastas e um tanto comuns. A maioria dos incidentes resultará em dentes parcialmente danificados ou lascados, mas, dependendo da gravidade do acidente, pode resultar na perda do dente.

Quando se trata de prevenir esse tipo de perda dentária traumática, geralmente se trata de uma prevenção consciente. Por exemplo, sempre usar protetores bucais na prática de esportes  e ficar atento ao uso do cinto de segurança ao dirigir são algumas das práticas. 

Claro, às vezes até mesmo os melhores métodos ou prevenções não podem impedir a ocorrência de um trauma. Mas, quando isso acontece, existem muitas opções disponíveis para substituir dentes perdidos e restaurar seu sorriso após um acidente.

E, claro, uma das principais alternativas é marcar uma consulta com um de nossos especialistas. Ele irá orientá-lo sobre o procedimento mais vantajoso para você e seu sorriso. 

Comportamentos prejudiciais 

Às vezes, não estamos falando sobre comida, higiene ou traumas infelizes que resultam na perda de dentes, mas hábitos e comportamentos prejudiciais que desenvolvemos com o tempo.

Existem dois exemplos realmente comuns desses comportamentos, como o ranger dos dentes e o uso do cigarro: 

RANGER DOS DENTES

O bruxismo geralmente é associado ao sono, não costuma causar danos, a menos que ranger os dentes seja uma ocorrência regular. Já o ranger crônico é uma prática desgastante para os dentes até o toco, visto que os afrouxa e, em casos mais graves, causa a perda total do dente.

O problema é que, às vezes, as pessoas nem percebem que rangem os dentes frequentemente, como em um estado semiconsciente. Então, se você suspeitar que está rangendo os dentes, converse com um especialista – ele poderá examinar sua boca e mandíbula em busca de sinais de bruxismo. 

FUMAR

Outra causa comum de perda de dentes com o tempo é o tabagismo. 

A razão para isso é o efeito duelo (um estudo comparativo entre fumantes e não fumantes) como  a principal causa de doença periodontal, mas também o problema de mascarar o sangramento gengival, que é uma das maneiras mais fáceis de saber se você tem doença periodontal em desenvolvimento.

Os fumantes frequentemente convivem com uma doença periodontal grave que não é percebida e que acaba resultando na perda do dente. Felizmente, ao parar de fumar, os fumantes podem ajudar rapidamente sua saúde bucal e reduzir o risco de perda dos dentes.

Problemas de saúde mais amplos

Nossos corpos, saúde geral e saúde bucal estão todos interligados e, muitas vezes, problemas de saúde mais amplos têm um impacto significativo na possibilidade de perda do dente. Um bom exemplo disso são as pessoas que vivem com diabetes 2, muitas vezes também lutam contra doenças gengivais, cáries e outros problemas de saúde bucal. 

Há uma forte correlação entre um alto nível de açúcar no sangue e um impacto físico em seus dentes e gengivas: ou seja, quanto mais alto o nível de açúcar no sangue, maior o suprimento de açúcares e amidos – e mais ácido se esgota em seus dentes. 

Infelizmente, um problema de saúde como o diabetes e sua ligação com a perda de dentes é a natureza cíclica. A má saúde geral pode causar diabetes, que por sua vez, causa problemas nos dentes e nas gengivas, além de eventual perda do dente. Então, a perda de dentes pode causar problemas de auto-estima, alterar os padrões de alimentação e contribuir para problemas gerais de saúde. 

Assim, é importante cuidar do seu corpo e da saúde como um todo, a fim de prevenir problemas de saúde bucal e possíveis perdas dentárias. O problema nem sempre começa na boca.

Preocupado com a perda do dente?

Se você estiver preocupado com a perda de dentes, problemas gerais de saúde bucal ou talvez já tenha perdido um dente, é importante entrar em contato com a nossa equipe o mais rápido possível para diagnosticar seu problema e procurar uma solução adequada. 

Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Deixe seus dados e a equipe da CI Odontologia entra em contato com você!
Artigos relacionados